sexta-feira, 24 de outubro de 2008

OLHO (ARNALDO ANTUNES)


o olho enxerga o que deseja e o que não

ouvido ouve o que deseja e o que não

o pinto duro pulsa forte como um coração

trepar é o melhor remédio pra tesão

um terço é muita penitência pra masturbação

a grávida não tem saudades da menstruação

se não consegue fazer sexo vê televisão

manteiga não se usa apenas pra passar no pão

boceta não é cu mas ambos são palavrão

gozo não significa ejaculação

o tato mais experiente é a palma da mão

     

o olho enxerga o que deseja e o que não

ouvido ouve o que deseja e o que não

depois de ejacular espera por outra ereção

o ânus precisa de mais lubrificação

por mais que se reprima nunca seca a secreção

o corpo não é templo, casa nem prisão

uns comem outros fodem uns cometem outros dão

por graça por esporte ou tara por amor ou não

velocidade se controla com respiração

o pau se aprofunda mais conforma a posição

o tato mais experiente é a palma da mão

 

o pinto duro pulsa forte como um coração

gozo não significa ejaculação

o ânus precisa de mais lubrificação

por graça por amor por tara ou pra reprodução

ouvido ouve o que deseja e o que não

velocidade se controla com respiração

trepar é o melhor remédio pra tesão

o tato mais experiente é a palma da mão

se não consegue fazer sexo vê televisão

o olho enxerga o que deseja e o que não

uns comem outros fodem uns cometem outros dão

 

Nenhum comentário: